h1

I

Novembro 13, 2006

A forma como José Maria foi ali parar representa um mistério. Lembra-se de ter ido passear Oxalá, o setter irlandês de pêlo acobreado, depois do jantar, lembra-se de, a dada altura, o ter ouvido rosnar. Depois, lembra-se apenas de ter acordado ali, não sabe há quantos dias. Está escuro, está sempre escuro, ainda que os olhos se habituem, nada há para ver; apenas breu, negro cerrado, trevas. Parece-lhe que está numa gruta natural, pelo chão corre um ínfimo fio de água. Alimenta-se de umas coisas viscosas que se movem lentamente. Quando as trinca retorcem-se na sua boca , mas não têm mau sabor. A sua maior preocupação, agora que quase desistiu de poder regressar ao que fora a sua vida anterior, é saber como ali chegou.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: